Diferenciação…

Segundo Michael Porter, autor do famosíssimo livro “Competitive Strategy” (Estratégia Competitiva), as empresas devem escolher um posicionamento dentro da estrutura da indústria ou do mercado, um posicionamento que engloba a abordagem geral da empresa para se tornar competitiva.

Porter aponta três estratégias genéricas de posicionamento : liderança em custos, diferenciação e foco. Dentre estas três, a que mais me fascina é a  estratégia de diferenciação, ela é geralmente empregada quando :

  • o seu público-alvo não é sensível ao preço
  • o mercado é muito competitivo ou saturado
  • os clientes têm necessidades muito específicas
  • a empresa tem recursos e expertise únicos que lhe permitem atender à essas necessidades com soluções que são difíceis de copiar.

Um conjunto de musica barroca, italiano e que toca Vivaldi é quase como um grupo de pagode aqui no Brasil, você literalmente os encontra em cada esquina da bela bota mediterrânea ! Como se destacar neste segmento ?

Fabio Biondi, diretor do conjunto Europa Galante e meu xará  🙂 trouxe uma interpretação única para as obras do “il Petre Rosso”.

Uma leitura livre, espontânea, fluída e uma sonoridadae rústica porém elegante, conseguida, em parte, pelo uso de instrumentos de época. Acompanhe o primeiro movimento do Concerto RV269 de Vivaldi, aposto que você conhece…

Lembrando sempre que, no mundo competitivo, fazer bem feito não é diferencial, é obrigação !

Deixe uma resposta