Cloud Computing e o ambiente corporativo

Tive o prazer de colaborar com a jornalista Deisy Assis da Agência Tutu em uma matéria sobre Cloud Computing no ambiente corporativo para o site da Fecomercio SP, a qual reproduzo abaixo 🙂

Cloud computing otimiza processos em ambiente corporativo

Por Deisy de Assis ( Publicado originalmente no site da Fecomercio SP : Cloud computing otimiza processos em ambiente corporativo )

Após anos de investimentos em servidores para armazenamento de dados, as empresas apostam na computação em nuvem – cloud computing. Trata-se da capacidade de armazenar, processar e gerenciar informações por meio da internet, a partir da prestação de serviço.

Diferente de uma estrutura de servidor fixa, a cloud computing permite que as informações fiquem “suspensas” e possam ser acessadas a partir de um computador ou celular de qualquer lugar do mundo.

“Com a cloud computing, as empresas podem reduzir gastos, obter mais agilidade e flexibilidade”, diz o professor do MBA em Marketing Ditgital da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Management São Paulo, Fábio Flatschart.

A redução de gastos ocorre por conta do pagamento de uma mensalidade ao prestador de serviço de computação em nuvem ao invés do investimento em servidores e profissionais de tecnologia.

“O investimento vai depender da capacidade contratada”, explica Luan Gabalini, sócio da Betalabs, empresa que oferece sistema de gestão e plataformas baseadas em cloud computing.

Gabellini ressalta ainda que, no caso dos servidores convencionais, há ainda os custos de manutenção e os riscos da estrutura ficar obsoleta rapidamente.

Desafios da TI corporativa

Embora seus benefícios sejam destacados, a computação em nuvem também apresenta alguns desafios às empresas em relação à eficiência de processamento e segurança no armazenamento de dados.

Na opinião de Flatschart, os riscos são semelhantes aos existentes nas outras formas de armazenamento, processamento e distribuição de conteúdo. “Por exemplo, a garantia de confidencialidade, integridade, disponibilidade”, diz.

Para isso é imprescindível que o prestador do serviço de cloud computing tenha profissionais capacitados, políticas de segurança sólidas e redes bem configuradas. “Quem vai contratar o serviço deve procurar empresas certificadas”, orienta Gabellini.

Ação multidisciplinar para a segurança

Com a facilidade da computação em nuvem, as empresas que aderem ao recurso do cloud computing passaram a incentivar seus colaboradores a terem acesso aos recursos corporativos de qualquer lugar em seus próprios dispositivos. Com frequência, além de usar o próprio device, o funcionário usa ainda a sua própria nuvem (iCloud, Google Drive e One Drive).

Diante dessa mudança de comportamento em relação às informações corporativas, Flatschart afirma que surge a necessidade de medidas multidisciplinares nas empresas.

“O desafio é sistêmico e envolve financeiro, marketing, RH e até jurídico, para a orientação correta aos colaboradores. A adoção e gestão de cloud computing não deve ser apenas uma decisão da área de TI.”

Assuntos relacionados aos recursos e segurança da rede, como o cloud computing, serão discutidos durante o VII Congresso Fecomercio de Crimes Eletrônicos. O evento acontecerá nos dias 18 e 19 de agosto e as inscrições estão abertas. Para obter a programação de palestras e se inscrever acesse aqui.